quarta-feira, 29 de julho de 2009

E hoje te digo Adeus.

Eu acho que já chega! Eu não posso continuar com isso. Realmente a vida não parou, ela só ficou diferente. E continuar agindo como se alguém tivesse morrido é uma tremenda burrice. Eu ainda tenho objetivos. Eles não têm mais o mesmo significado que antes, assim como nada tem, mas são objetivos.

Eu estou de volta? Não! Eu não fui a lugar nenhum. Então não espere nada natural de mim. É assim que sou agora e está na hora de começar a viver esse novo eu. Não significa que as características do antigo serão totalmente perdidas, não mesmo. Há qualidades e habilidades em mim que eu pretendo manter. Outras mudaram, morreram. Será que eu vou ficar pior do que eu era? Não sei, você vai me dizer!

Você acha que essa atitude é perigosa? Talvez! Candy sempre soube separar as coisas. É só continuar não pisando no pé dele que tudo andará bem. A propósito, eu estou bem. Respiro, falo, ando, penso e tenho saúde, logo estou bem. Há tantos outros que não têm a mesma sorte que eu... Sim pessoal, não vou desprezar isso.

Ohh meu querido Edward. Foi difícil assimilar, pra falar a verdade, não assimilei nada ainda. Só não tenho mais esperanças. Você conseguiu, o seu jogo funcionou melhor do que eu mesmo poderia prever. Queria tanto que você fosse meu inimigo, assim não machucaria tanto te odiar. Mas eu não o consigo fazer, porque a noção de que eu te amo é tão forte quanto os raios quentes de sol numa tarde de verão. Isso é imutável.

Uma vez eu disse que na vida não temos um amor eterno, ao longo dela, temos vários amores. Você foi o meu amor mais forte até agora. Meu maior triunfo, meu maior erro. E você me mostrou que a coisa certa a se fazer sempre machuca. A realidade é tão afiada quanto uma faca recém fabricada.

Meus olhos mudaram quanto ao resto do mundo. Senti que estou “mais calmo”. Não é uma boa qualidade. A final, eu era muito dinâmico e gostava disso pra poder jogar na cara dos preguiçosos... Fazer as coisas quando não há sentido é tão bom. Ou pelo menos era.

Eu acredito que deixar de te amar não é algo desejável. Eu tenho que conviver com isso. Eu preciso, porque quando eu pensar em me apaixonar por alguém, lembrarei de você, meu amor. Assim não dói mais. Ou melhor, só doerá lembrar que nunca fui bom o bastante.

Mas enfim, vulgarmente falando, mesmo sendo contra a teoria, eu acho que estou pronto pra encarar o mundo novamente. Continuo tão estagnado em sentimentos quanto antes, porém mais racional. Qualidade que sempre prezei, acima de tudo. Lógica é primordial. Senso também. Amigos, desculpem, mas ou vocês se acostumem comigo assim... Ou tchau! Não faz mais diferença e estou falando sério.

Edward, obrigado por extrair de mim a última gota refinada de agonia e desespero. Obrigado por me fazer passar pelo pior e por fazer isso se arrastar perpetuamente. Não sei quanto tempo irá durar, mas eu não posso deixar meu corpo parado enquanto minha alma está. Cérebro. Cérebro. Cérebro. Você é o meu maior tesouro no momento.

“Ele então olhou pela janela e viu seu reflexo. Notou que nada mudaria e nem por isso deixaria de agir. Sua voz ecoou tão estranha em seus ouvidos como jamais ouvira. A afirmação de que mudara chegara tão claramente, que aquilo pareceu uma missão. Seria cumprida com total e profundo agrado. Não pensar as vezes era um alívio, mas entregar seu futuro a tão vil sorte, não era sensato. Então ele inspirou e contemplou o caminho para além da janela e não desejou pensar no longo e tortuoso caminho que estava por vir.”

Novo e velho Candy talvez não seja uma nomenclatura mais adequada. O Candy evoluído é melhor... É Candy, ta na hora de deixar de ser criança e crescer. Faça isso!

5 comentários:

Arsênico disse...

Vc é tão EU... incrível... tb já amei... e foi a pior coisa que até hj me aconteceu... mas ninguém tem bola de cristal pra desvendar os mistérios do futuro...

Boa sorte com o Candy evoluído... e adorei como disse aos seus amigos...

Amigo que é amigo... FICA... o resto... É RESTO...

***

umBeijo!

Paola disse...

Q bom q está melhor...^^
Ainda n sei como é esse seu candy evoluido de agora,
mas quem sabe ele n seje taum bom qt o velho...espero p/ ver...aiai, mas nem sei como irei reagir, mas realmente n kero perder uma amizade...

FOXX disse...

mto bem menino
bola pra frente
estamos aqui pra te apoiar

_DrigãO_ disse...

as pessoas só serão felizes quando perceberem que a sua própria felicidade não está no outro. ter alguém não é melhor, nem pior, é apenas diferente. mas sempre aprendemos algo com o que vivemos.

gostei muito da maneira que você escreve, favoritarei o seu blog no meu.

abço.

- Jessica Ribeiro disse...

AMEI, melhor post que li aqui desde um mes atras. mee contenta ver sua evolução. Conta sempre ♥