terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Mega Weekend

Oi pessoal! Desculpa a hiper demora de post, é que ultimamente ando muito cansado pra fazer qualquer coisa. Estou em movimento desde sexta-feira e estou meio cansado pra postar algo que preste, então acho que terei que fazer um resumo dos fatos.

Bom, eu tenho uma memória meio fraca e nem me lembro direito do que eu fiz na sexta-feira. Me lembro de ter lido Eclipse, ficado no msn com meu amor, comprado churrasquinho pro meu pai ( depois tentei assaltar o troco dele, mas ele me cobrou!!! *_*). Lembro que minha mãe me explorou mandando eu ir em trezentos lugares comprar coisas pra ela. Lembro que uma amiga terminou com o namorado e ficou me perturbando (Se pelo menos ela estivesse sentida pelo ocorrido, eu nem reclamava, mas assim que ela terminou já tava de olho em outro... Isso foi deprimente).

Sábado foi um dia melhor! Na verdade foi perfeito e engraçado. Eu fui à quinta da boa vista com o Portillo, num orkontro de mais fãs do RBD (só que dessa vez eram fãs da Maite). Eu nunca havia ido naquele lugar e é realmente lindo, calmo... Nossa, apaixonante. Ficamos nos beijando lá na graminha... Ai, o mundo poderia ter parado ali naquele momento... Bom, agora pensando bem, talvez não fosse o lugar mais apropriado para se parar o tempo, a final, estavamos começando a esquentar as coisas em céu aberto e haviam crianças que se passassem poderiam ficar traumatizadas com as cenas... Mas enfim, isso eu vou deixar em Off.

Depois do nosso fogo da grama, nos despedimos do pessoal e fomos embora. Ainda assim, queríamos matar aquela vontade imensa que estávamos há um bom tempo... Procuramos um banheiro pra poder nos pegarmos e... Encontramos...

As coisas começaram a esquentar e quando tudo estava ficando bom de mais pra parar... O banheiro lotou. Ficamos "presos" dentro de uma cabine onde do lado de fora havia um velho olhando... Ficamos assustados... (eu pelo menos fiquei). E então, depois de muito esperar e o banheiro começar a encher cada vez mais, tivemos que sair. Nossa, aquilo foi a coisa mais envergonhante da minha vida. Teve um cara que olhou pra minha cara e disse: "Caraca! Dois!" oO

Depois disso eu saí correndo. Mas agora vejo o quanto a cena foi engraçada. Depois de passar por essa situação, fomos na casa da minha amiga B. e como ela estava ocupada, nós compramos um açaí e depois o levei no ponto. Novamente, naquele dia, ele esqueceu as coisas dele comigo. Óculos, celular, mp4....

Ao chegar em casa, tomei um banho porque estava mais molhado do que peixe. Suava que nem um porco naquele cubículo apertado. Agora vai uma dica de Candy: Matagal é melhor que cabine de banheiro porque tem mais espaço! XD E tirando a dúvida de alguns amigos meus que acompanham este blog: Mato não pinica! Pelo menos não me pinicou até hoje.

Bom, o resto de sábado foi cansativo, B. não me deixou parar queto um instante. Comprei açaí pra ela, pro primo, pro visinho, pra tia (nossa, que exagero o meu). Mas enfim, depois de MUITO tempo que consegui ir pra casa e consegui descansar e conversar com meu amor.

Domingo foi o PIOR dia. Eu acordei cedo pra caramba e minha família foi à praia (não gosto de praia mesmo, então me permiti ficar em casa). Arrumei meu quarto porque ele estava precisando e fiquei com o Portillo no MSN até dar a hora dele ir pro ensaio da banda dele.

Assim que ele saiu, fiquei no tédio pra fazer qualquer coisa. Então fiz o macarrão, porque o povo ia chegar morto de fome e deixei lá. Minha mãe faria o resto quando chegasse. Fui pro quarto do meu pai assistir TV. Lá estava com o ar condicionado ligado e a cama dele, logicamente, é maior que a minha, então fiquei lá deitado. Acabei pegando no sono... Depois todo mundo chegou da praia e eu acordei. Almocei e fui andar de bicicleta. Essa foi a pior parte.

Quando saí de casa, o céu estava azul, ensolarado e lindo. E em um piscar de olhos tudo ficou escuro e era uma pena porque eu estava longe de casa. Antes mesmo que eu pudesse voltar, começou a chover. A chuva estava forte e o frio cortava meu rosto. Cada pingo de chuva que batia em mim era como uma faca cortando minha pele ou como um chicote estalando e me causando dor. Eu mal conseguia pedalar porque tinha que andar contra o vento. Caí trezentas vezes.

Vou rezumir um pouco as coisas: quase fui atropelado, quase caí de cima de um viaduto, os ventos estavam tão fortes quanto os que se mostram na televisão sobre furações, eu quase caí dentro de um rio, passei por ruas alagadas onde a água passava do meu joelho. Onde eu tive que sair da bicicleta e puxá-la enquanto tentava salvar minha vida. E durante todo esse tempo, só tinha uma pessoa em quem eu pensava, só queria ver um rosto de novo, e queria poder sentir um único cheiro, ver um único olhar... Eu queria poder ver Portillo de novo e acho que isso foi o que me fez lutar contra tudo pra poder chegar em casa. Felizmente eu consegui chegar em casa, vivo, mas o meu celular... Tadinho... Ele não tinha nem 4 meses de uso. Eu o comprei apenas para conversar com o Portillo.

Felizmente consegui salvar o celular. Quando cheguei em casa ensopado, tremendo, mal aguentando ficar em pé, ganhei um esporro básico da minha mãe. Odiei isso, se ela soubesse pelo que eu passei pra chegar em casa... Mas enfim, eu nem esquentei. A luz tinha acabado por causa do temporal. Tentei usar o pouco de bateria que me restava no notebook pra me comunicar com o Portillo e logo a bateria acabou. Estava exausto e não tinha o que fazer em casa. Fiquei na rua... Eu contei a história de que eu quase morri e ninguém acreditava em mim. Ninguém pareceu se importar... As vezes as pessoas não acreditam até que passam pela situação.

Bom, naquele dia mal consegui dormir com o calor infernal que fez. Foi PÉSSIMO! Não dormi direito e ainda tive que acordar cedo porque tinha que ir pro colégio.

Assim que eu acordei na segunda a luz voltou, a primeira coisa que fiz foi ligar o computador. Checar os scraps e depoimentos... Depois passei minha roupa antes que a luz acabasse de novo e eu fosse todo amaçado pra escola.

Lá foi mais tranquilo, revi o pessoal, matei a saudade. Foi ótimo. E na saída encontrei meu amor e fui embora pra casa com ele. Pude devolver os pertences dele que também estavam comigo. Ele me contou como havia sido o dia dele no colégio... Não foi muito bom, infelizmente. Fiquei preocupado com ele...

À tarde B. me chamou pra ir comprar o material de escola com ela. Como eu ainda não posso usar o cartão que minha mãe me deu e estava sem dinheiro, só pesquisei os preços. Eu só estou precizando de um fichário e fiquei de boca aberta quando não encontrei nenhum por menos de 50 reais. Nossa isso é um absurdo.

Bom, o dia foi longo. Gente, eu não consigo sair com mulheres pra fazer compras! B. é muito indeciza pra comprar as coisas... Ela roda roda roda e nunca chega onde quer e nunca acha o que procura. Nossa, foi bem longa aquela tarde e eu pensando só em chegar em casa, tomar um banho e falar com meu amor.

Como eu supus, ele não parecia muito bem. Provavelmente estava chateado por causa da escola, saudades da amiga dele que saiu... Eu fiquei muito mal por ele. É incrível como o humor dele também me afeta. Eu não consigo ficar bem se ele não está bem...

Bom, ontem também foi estréia de Verano de Amor, novela da minha diva Dulce María. Foi legal o episódio e hoje tem mais. Minhas aulas começam oficialmente na próxima segunda feira. Eu ainda tenho mais uma semana pra "aproveitar" (como se eu realmente conseguisse). Talvez eu termine de ler eclipse, quero ver alguns filmes, quero ver meu amor de novo, mas ele disse que ia passar esse fim de semana na casa do irmão, então só segunda feira mesmo...

Bom, obrigado pela paciência de ler mais um post grande. Esse fim de semana foi cheio e há centenas de detalhes omitidos pra não aumentar mais ainda o conteúdo daqui.

Vocês sabem que eu os amo.
XoXo

Candy

4 comentários:

Adler Lima disse...

Eita Candy. Que aventura. Foi uma mistura de filmes! Teve Twister, Saindo do Armário(no seu caso do banheiro). Ei dependendo mato ele pinica sim, fora que as vezes podem ter formigas,UI! Oh povim pra gostar de acai hein. Detesto, eca!

Beijim pra ti!

Quase Amável disse...

Poxa que aventura. Concordo com tudo em relação a resposta do menino de cima(Adler).
Da próxima vez que andar de bike, verifica o tempo na tv ou jornal. Amo a sua maneira de amar o seu amor! Boa sorte!

Mike disse...

Huauahuaha matagal pinica sim!
Adoro megaposts! Mas pensa bem, foi um fim de semana daqueles bem longos, mas foi uma aventura atrás da outra! Foi muito bom!

Agora, vcs saindo da cabine no banheiro lotado, isso sim foi engraçado! hauhauahuhauahuhaua

.: Denise :. disse...

ai ai
fds agitaaaado

se eu contar sobre o meu, as pessoas dormem na segunda linha, de tanto tédio!!!

hauhahua


bjos