terça-feira, 11 de agosto de 2009

Epitáfio

“Devia ter amado mais, ter chorado mais. Ter visto o sol nascer. Devia ter arriscado mais e até errado mais, ter feito o que eu queria fazer. Queria ter aceitado as pessoas como elas são. Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração”

Não só amei como ainda o amo muito e ainda vou amar por um bom tempo, pelo que parece. Chorei MUITO POUCO, a final, não consigo chorar. Já vi o sol nascer trezentas vezes. Arrisquei muito e errei igualmente. Já fiz muito do que eu queria fazer. Aceito e sempre aceitei as pessoas como elas são, mas se eu vejo que elas podem melhorar e que isso vai fazer bem pra elas, eu perturbo até que elas melhorem e não me sinto culpado por isso. Sem dúvida ninguém melhor do que você mesmo pra saber o que está acontecendo, independente do que os outros digam.

“O acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído.” Por muito tempo andei desatento por aí e o resultado não foi bom. Sem dúvida o acaso não gosta de mim. Um homem faz a sua própria sorte. Ele não pode ficar parado sentado e deixar que as coisas aconteçam sem que ele participe de sua própria história.

“Devia ter complicado menos, trabalhado menos. Ter visto o sol se pôr. Devia ter me importado menos com problemas pequenos. Ter morrido de amor. Queria ter aceitado a vida como ela é. A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier”

Não gosto de complicações. Todos sabem que eu sempre procuro a forma mais fácil e funcional de executar qualquer tarefa. Amo ver o sol se por e já vi uma trezentas vezes também. Não me importo com o problemas pequenos. Nunca me importei.

“Ter morrido de amor” A morte é tão indesejável, apenas para aqueles que a temem. A morte é pacífica, indolor... A vida machuca. Morrer de amor? A dor teria que ser tão grande que a própria pessoa não conseguisse suportar a vida. Eu conheço alguém que já pensou assim. Este vos escreve. Pena que ele é um covarde...

Nunca vou aceitar a vida como ela é. Há muitas coisas que eu gostaria de fazer pelo mundo. Gostaria que as pessoas compartilhassem da minha maneira de pensar. Queria ter voz ativa pra fazer com que todos entendessem os problemas pelos quais a vida na terra tem passado. Questões como preconceito, religião, aquecimento global, doenças, política... Queria que todos compartilhassem da minha opinião. Seria muito bom.

Bom, o jeito é ir levando e deixar que a vida de traga o seu bom e o seu melhor. As vezes o melhor pode demorar pra vir e quando vem, fica pouco tempo. Por isso desfrute cada segundo do que a vida tem de melhor para oferecer. Desfrute cada momento com seus pais, seus irmãos, seus amigos, seus animais de estimação.

Se pegarmos uma folha de papel em branco e uma caneta esferográfica comum, e fizermos um ponto na folha para cada problema que tivermos, você vai ver que a quantidade de pontos é bem menor do que a quantidade branca de papel. Um professor uma vez me contou sobre isso. Nunca mais esqueci e desde então aprendo a enxergar cada coisa boa que temos.

Só o fato de estarmos aqui é uma vitória. Poderíamos ser sido uma ejaculação qualquer. Um feto abortado, mas não, estamos aqui! Recebemos um privilégio que, se parar para pensar, poucos tem, dada a quantidade de espermatozóides e óvulos perdidos ao longo da vida. Então aja como um vencedor, mesmo que as vezes você sinta o oposto. Mesmo que as vezes te façam pensar o contrário.

As vezes acreditamos que temos poucas coisas. Mas olha só a quantidade de células que o seu corpo possui. Você acha isso pouco? Olha a quantidade sangue que circula pelo seu corpo. Olha a quantidade de neurônios que você tem! Cérebro foi feito para se pensar. E internet, caros amigos, existia antes de Orkut e MSN. Se divertir é legal, mas as vezes buscar informações vai te dar uma coisa que poucas pessoas têm acesso ou até falta de interesse: CONHECIMENTO. É o bem mais precioso que alguém pode ter.

Se você nunca parou pra ouvir essa música e pensar na vida, faça-o. Ela praticamente dita uns conselhos primordiais para se ter uma vida agradável. Quero dizer... Não leve a vida tão a sério, você não vai sair vivo mesmo. Então aproveite essa oportunidade que lhe foi dada. Aproveite esse milagre que é viver e corra atrás da sua felicidade. Não tenha preguiça de lutar ou se cair, se levante. É GRATIS!

Eu já sonhei em morrer jovem. Não gostaria de envelhecer. Não pensem que tenho preconceito com pessoas idosas nem nada. Eu apenas tenho medo de me ver debilitado e precisar de outra pessoa pra poder viver.

“Ele não sabia o que dizia nem o que esperar do seu caminho. Apenas estava trilhando. Não se sentia livre há um tempo. Mas livre? Como assim? Havia uma corrente grande e pesada em seu peito prendendo-o ao seu passado. À pessoa que ele mais amara na vida. A única pessoa por quem já pensara em arriscar realmente tudo.

E naquele momento se achou tão idiota por desperdiçar uma oportunidade tão única que era a vida. Ele sabia o que tinha que fazer, mas isso não tornava as coisas mais fáceis. Saber o que se deve fazer é diferente de sentir o que se deve fazer. Se nada mais importava tanto, por que teimava em continuar vivo? Por que ainda privava outra pessoa de ter seu lugar na terra? Ocupava apenas um espaço.

Ele não teria filhos. Ele não se casaria. Ele jamais amaria alguém tanto quanto amara seu nobre Edward e a cada dia que passava isso ficava mais claro em sua mente. Por que continuava insistindo? Porque ele sempre lutara, mesmo quando não tinha vontade e mesmo quando não fazia sentido. Mesmo quando estava tão no fundo do poço que não teria mais forçar para subir.

Dessa vez era diferente, porque nem dentro do poço ele estava. Não queria falar, mas ainda teimava em fazê-lo. Não queria pensar, mas ainda teimava em fazê-lo. Não queria mais comer e fazia-o como um desesperado. Tiques herdados de sua vida.

Estava morto? Talvez... Mortos não sentem. Ele também não.

Continua ...”

7 comentários:

Jarbas disse...

às vezes, se perde, às vezes ganha-se!

.: Denise :. disse...

e às vezes apenas paramos pra pensar....faz bem!

bjs

Elton Arsênico disse...

RealmenTi essa música é tuidooo... até tenho vontade de morrer quando a ouço...

É perfeita pra refletir...

***

umBeijo!

Paola disse...

Bom...Esse negócio de querer morrer n eh comigo, xD, como vc msm disse uma vez: morrer eh chato...A vida é mais divertida, e eu concordo plenamente, sabe de uma coisa, vc disse algo q minha mami sempre me diz [buaa, minha mami foi viajar...] "...CONHECIMENTO. É o bem mais precioso que alguém pode ter..." E v6 dois tem razão, tenho q admitir...Rapha vc é MARA*, um amigo como poucos, com um core gisgante e uma audácia maior ainda...vc n eh covarde, digamos q vc tem medo como qualquer um, adoro as coisas q vc escreve menino, vc tem talento, então não desperdirçe nenhum dos seus dons!!
E a primeira parte dessa musica, buaa, devia ter feito msm...xD

, pequena notável # disse...

Eu adoro essa música. Ela é um exemplo de uma música que se pode refletir. Ah! Eu adoro fazer isso. Mas queria ter a sabedoria da música Epitáfio. Aliás, a sabedoria dela, só que no presente !

Cocada.g disse...

Bela música sim, mas soa como algo triste pra mim! É como se não pudesse mais viver tudo que se deseja! Eu gosto de acreditar que nunca é tarde demais para se começar a fazer o que deseja. Justamente porque ainda não posso viver fazendo o que desejo. Se eu não acreditar que ainda possa fazer, acho que não vou conseguir seguir em frente.

abraços amigo!

FOXX disse...

vc parece estar bem melhor
até o layout do blog ficou mais luminoso
que bom
fico feliz por isso